sexta-feira, 29 de outubro de 2010

Seja paciente.

Um amor que tenha acabado, provavelmente nunca existiu, talvez não tenha passado de algo idiota e bobo da cabeça de um casal que os fez acreditar que sentiam algo um pelo outro. Cada beijo, cada abraço, cada sorriso é pura felicidade, mas depois de um tempo, o que isso passa a significar? Assim que tudo acaba, você se lembra, principalmente do começo. E se realmente você já sentiu algo por essa pessoa, você lembra mesmo e não vai passar de uma hora pra outra. É complicado. Mas então, você decide: vou arrumar outra pessoa! Pronto, é isso. Mas novamente, é complicado, pois a pessoa anterior não sai de sua cabeça. Você fica louco, o tempo passa e você percebe que você estava louco mesmo, e vai percebendo que já não lembra dessa pessoa como lembrava antigamente, logo após o fim. É tolice, sempre passa, não há porque não. Você percebe que você foi um imbecil, sempre chorando por uma pessoa que, definitivamente, não liga pra você. E que não é preciso outras pessoas pra você ser feliz ou se você quiser dar o troco, porque se essa pessoa não gosta de você, ela nunca vai sentir ciúme, então desista, não fique procurando por alguém para substituí-la, pois quando chegar a hora, esse alguém vai aparecer. Talvez você nem perceba no começo, mas depois, você descobre que essa nova pessoa com o melhor beijo, o melhor abraço e o melhor sorriso, essa sim é o amor da sua vida.

quarta-feira, 27 de outubro de 2010

Culpa da timidez.

Eu só queria ter coragem de falar tudo a você, cara a cara. Dizer que eu ainda sinto sua falta, que você ainda significa algo pra mim, dizer tudo o que eu já devia ter dito a muito tempo. Já passou tanto tempo, nós nos afastamos tanto, nem bom dia damos um ao outro. Queria saber porque isso aconteceu, estava tudo tão direitinho, e de uma hora pra outra... Queria dizer que te amo, que quero passar minha vida com você. Também pedir desculpas, por tudo, tudo o que você sabe que eu fiz e até o que você não sabe. Mas não sei nem ao menos se você ainda gosta de mim, se você sente o que eu sinto por você, ou se você já gosta de outro. Espero, sinceramente, que não, que você ainda pense em mim, sonhe comigo e espere ansiosamente para me ver toda a semana. E que burro eu sou, em vez de lhe dizer tudo, apenas escrevo, sabendo que você nunca vai ler, nunca vai saber o que eu realmente sinto por você.

Meu primeiro amor

Já não importa quanto tempo durou, se nos separamos, se estamos distantes.
O que importa de verdade, foi a intensidade de todos os momentos e sentimentos que passamos juntos, e a certeza de que em algum lugar do passado, nós sempre estaremos lá, sendo muito felizes.
Se inventarem uma máquina do tempo, seja daqui quanto tempo for, quem viajar no tempo nos verá cheios de amor, inocência e esperança num tempo só nosso que mesmo que tenha acabado, ironicamente é eterno.


Achei esse texto muito legal mesmo! Me fez... pensar um pouco.
Tirei dessa comunidade.

terça-feira, 12 de outubro de 2010

Sem título.

Mesmo me sentindo tão idiota por chorar por você sem que você se importe, me preocupar com você sem que você ao menos lembre de minha existência, olhar pra você e sentir meu coração pulsar mais forte, te amar ainda mais depois de ter certeza que você me ignora, entrar em pânico quando me vem à cabeça que você pode me achar um completo estranho, passar noites em claro pensando em você, escutar músicas belas e quase inundar a casa de lágrimas, cometer pequenos descuidos ao te ver, expor meu sentimento, ter dito o que eu sentia para você mesmo não sendo cara a cara e mesmo sabendo que isso me faz mal. O pior é que isso cada vez mais aumenta, enquanto o que eu mais queria é que isso passasse logo. Mas o que mais me faz sentir um idiota, é o fato de eu não ter coragem de dizer pra você, olhando nos seus olhos o que eu sinto e ter a consciência de que isso não vai mudar...

segunda-feira, 11 de outubro de 2010

Só porque sou diferente.

Já me chamaram de doente, porque sou tímido e as vezes, até mais do que o normal. Já me chamaram de ignorante, por falar tudo o que penso e acho, mesmo sendo tímido. Já me chamaram de estranho, porque enxergo todos os detalhes, sou realista e sempre tento dizer a verdade. Já me disseram que não sei amar, só porque me iludi uma vez e isso não significa que sempre será assim. A verdade é que as pessoas são idiotas de mais para enxergar a verdade, já que todos vêem o mundo do jeito mais fútil, só olham pra si mesmas, e não ligam para os outros.