sexta-feira, 28 de maio de 2010

Partiu, rapá?!

É hoje, São Paulo que me aguarde!
Nossa, só em pensar que daqui a algumas horas estarei indo pra São Paulo, e que algumas horas depois vou estar encontrando uma pessoa muito especial pra mim, nervosismo, ansiedade, várias coisas passam na minha cabeça. Não que eu tenha ido só por isso, mas com certeza só por isso vai valer a pena!
E claro, 5º Salão do Turismo. Cara, tirando o fato das roupas, vai ser muito legal! Imaginando aquele povo maluco virando gente, noossa!
Agora vou arrumar a mala!

sábado, 22 de maio de 2010

O que se leva da vida.

Muitas pessoas marcam a nossa vida, e nós nem percebemos no primeiro instante. E quando percebemos, já é tarde, elas já não estão mais conosco. E o que sobra das experiências passadas juntas? Fotos, lembranças de risadas, lágrimas, brigas e pazes. O tempo passa e, conseguimos amenizar a saudade. Não é preciso muito para transformar uma vida: um sorriso nos lábios, um grande amigo. Isto basta! Quantos amigos você fez com 7 anos? Quantos você ainda tem contato? Isso sempre vai acontecer, não importa o motivo, você, e aquela pessoa que você chama de amigo, irão se separar. Claro, ainda terão as conversas no msn, as ligações, que aos poucos vão sendo menores e com menos frequência. E quando nossos filhos pegarem algum álbum de fotos e nos verem um monte de gente estranha e perguntarem quem são eles, responderemos: Estes, são meus velhos amigos. Foi com eles que vivi os melhores momentos de minha vida. E só aí, você vai perceber que os telefonemas acabaram, que já não existe mais aquele nome no seu msn. O tempo não cura tudo. Aliás, o tempo não cura nada, o tempo apenas tira o incurável do centro das atenções.